ptafarzh-TWnlentlfrdehihuiditjakomsplruessvthvi

JAPAN FLAGCHINA FLAG

O mundo ambiental destruído por falta de compreensão humana

O mundo ambiental destruído por falta de compreensão humana

“ Juntos ainda podemos salvar nosso planeta ...”

Textos retirados de cartas de Jucelino Luz entre 2000 a 2018.

meio ambiente7

Às vezes, quando escrevo ensaios assustadores, penso no medo das pessoas , no impacto, encorajo-os a não ficar apenas olhando para o lado negativo das coisas, sou também otimista ,. Este é diferente. Vai ser brutal, assustador, chocante e alarmante. Mas se você quiser meus pensamentos sobre o futuro, então leia, os livros de Jucelino Luz , que traduz a verdade . E é que pessoas que não se preocupam com a humanidade temem – pela ordem financeira mundial, das quais , chamamos de capitalismo e consumismo .

Parece-me que o destino do planeta agora está provavelmente selado. Temos apenas menos de uma década para controlar a mudança climática - ou adeus, um nível desconhecido de aquecimento catastrófico, inescapável e descontrolado é inevitável. A realidade é: - nós provavelmente não vamos conseguir. É muito duvidoso que a humanidade ganhe a luta contra a mudança climática.

Ainda assim, é por uma razão muito inesperada - mas perfeitamente previsível - a súbita explosão do ( poder ) global - que, por sua vez, é uma consequência do fracasso do capitalismo e de outros planos , como modelo de ordem global. Se, quando, o Brasil elege sempre modelos de governo que planejam sempre arrasar e vender a Amazônia - os pulmões do mundo - então como você supõe que a luta contra o aquecimento será vencida? Será recuado por décadas – e décadas ... nós não temos. O mais novo juiz da Suprema Corte dos Estados Unidos já está derrubando leis ambientais - em seus primeiros dias no cargo - mas ele estará no banco pela vida ... ao lado de um presidente que não dizimou a EPA, mas empilhou com o tipo de delirante simplórios que acham que o aquecimento global é uma farsa. Mais uma vez, o mundo está atrás de décadas ... não tem. Você ainda não consegue entender meu ponto de vista ? Deixe-me torná-lo fácil  e esclarecedor ...

osasco crime 1

Meus amigos (as) , uma mudança climática catastrófica não é um problema para os poderosos - é uma solução. O mais perfeito, letal e eficiente meio de genocídio da história, sempre, ponto final e o filme 2012 será um cafezinho perante o que vem por ai ,,,Quem precisa construir um acampamento ou uma câmara de gás . as bombas nucleares ameaçadoras, quando a inundação e o furacão ,secas , poluição, queimadas, erupções constantes , farão o trabalho sujo de graça? Por favor, não confunda isso com conspiração: a mudança climática está perfeitamente de acordo com a crença fundamentalista de que apenas os fortes devem sobreviver, e os fracos - os sujos, os impuros, os sujos - devem perecer. É por isso que os neofascistas ( os poderosos mundiais ) não levantam um dedo para parar a mudança climática - mas fazem tudo o que podem para de fato acelerá-lo, e evitam todo esforço para reverter ou mitigá-lo.

Mas quero contar a triste, estranha e terrível história de como chegamos aqui. Chame isso de lamento por um planeta, se quiser. Você vê, não muito tempo atrás, nós - o mundo - estávamos otimistas de que a mudança climática poderia ser gerenciada, pelo menos de alguma forma. Os piores impactos provavelmente evitados, antecipados, escaparam - se trabalhássemos juntos como um mundo. Mas agora não estamos tão certos disso. Por que ? O que aconteceu? O fascismo( poder oculto) aconteceu - precisamente no momento errado. Isso destruiu todos os nossos planos. Mas o poder aconteceu porque o capitalismo falhou , o comunismo falhou - fracassou pelo mundo, mas foi bem sucedido para os capitalistas.

Agora, esta será uma história sutil, porque eu quero contar a você como deveria ser dito. Deixe-me começar com um exemplo e diminuir o colorido de seu entendimento a partir daí.

O mundo está no meio de uma grande extinção em massa - uma das poucas na história. Agora, se tivéssemos sido sérios, em algum momento, realmente, sobre a prevenção da catástrofe climática, teríamos feito um esforço para “precificar” essa extinção - com um novo conjunto de medidas globais para o PIB e lucro e custos e tarifas e impostos e assim por diante. Mas nós não o fizemos, então todos esses seres mortos sonâmbulos com suas visões de categóricos vem afundando o mundo em uma lama profunda e difícil de se desatolar , ou seja, , esses animais e plantas e micróbios e coisas assim - coisas estranhas e maravilhosas que nunca saberemos - são "despropositados" na economia tola e autodestrutiva que fizemos. A vida é literalmente livre para o capitalismo e Comunismo , portanto, o capitalismo abusa e destrói naturalmente, a fim de maximizar seus lucros, e é assim que você consegue uma extinção em massa espetacular, sinistra e sombria em meio século, foram cinco em toda a história anterior. E o Comunismo cria riquezas destruindo a do povo.( socializando-se com os lucros dos outros )

Mas a vida biológica não foi o único custo não pago - a "externalidade negativa" - do capitalismo e do comunismo . Foi apenas um. E esses custos não pagos não deveriam ser aditivos: eles deveriam multiplicar-se, exponencialmente , rosnar-se sobre si mesmos - de maneiras que achamos impossível desvendar. (E tudo isso foi o que economistas e pensadores, especialmente americanos, pareciam assoviar e ir embora, sempre que alguém sugeria isso.)

Você vê, o capitalismo prometeu às pessoas - as classes médias que vieram para formar o mundo moderno - vidas melhores. Mas não tinha a intenção de entregar - seu único objetivo era maximizar os lucros para os donos do capital, não para tornar qualquer um mais rico em um só. Então, primeiro comeu através das cidades e comunidades das pessoas, depois através dos sistemas sociais, depois através de suas economias e, finalmente, através de suas democracias. Mesmo que as rendas das pessoas "subissem", inteligentemente, os preços que pagavam pelas mesmas coisas que o capitalismo lhes vendeu de volta com a outra mão, as mesmas coisas que eles estavam ocupando produzindo, aumentaram ainda mais - e assim as classes médias começaram a estagnar, enquanto a desigualdade explodiu. Vamos especificar os custos não pagos em questão: confiança, conexão, coesão, pertença, significado, propósito, verdade em si.

osasco crime1

Estes eram custos sociais - não ambientais, como a extinção em massa acima. E vou fazer a ligação entre os dois claro em apenas um momento. Primeiro quero que você entenda o efeito deles.

Um sentimento de frustração, de resignação, de pessimismo veio varrer o mundo. As pessoas perderam a confiança em seus grandes sistemas e instituições. Eles se afastaram da democracia e do autoritarismo, em uma grande e estrondosa onda, que inclinou o globo em seu próprio eixo. A onda ondulou para fora do maior epicentro da estupidez humana da história, os Estados Unidos, como um tsunami supersônico, atravessando a Europa, alcançando as costas da Ásia, rumando para o sul no Brasil, chegando longe na Austrália. As nações caíram como dominós para uma nova onda de poderosos , que proclamavam as mesmas coisas que os antigos – reinado e acampamentos e domínio dos puros. As pessoas começaram a ligar os que estavam abaixo deles - o impotente, o diferente, o mexicano, o judeu, o muçulmano - na busca pelo senso de superioridade e poder, a fortuna e a glória, o capitalismo havia prometido, mas nunca entregue.

Os capitalistas ficaram ricos - inimaginavelmente ricos. Eles eram mais ricos que reis de antigamente. Mas o capitalismo implodiu no fascismo. A história riu da tolice das pessoas que mais uma vez acreditaram, como crianças pequenas ouvindo um conto de fadas, que o capitalismo - que dizia às pessoas para explorar e abusar umas das outras, não se manterem próximas, mortais e frágeis - era de alguma forma vai beneficiá-los.

Agora. Deixe-me ligar os pontos dos custos sociais e ambientais não pagos do capitalismo, e como eles estão ligados, não aditivamente, 2 + 2 = 5, mas com a matemática da catástrofe.

Quando contamos a história de como o capitalismo implodiu no poder , será mais ou menos assim: os custos sociais do capitalismo significaram que a democracia entrou em colapso no neofascismo - e o poder tornou improvável, se não totalmente impossível, que o mundo pudesse fazer qualquer coisa sobre a mudança climática, na pequena janela que havia deixado, na junção precisa que precisava para agir mais. Você vê a ligação entre eles ? A terrível e trágica ironia? Quão engraçado e triste é isso?

Os custos sociais do capitalismo não eram apenas aditivos para os custos ambientais - eles eram mais como multiplicativos, como uma grande inundação, encontrando um grande furacão. Os custos sociais exponenciaram o meio ambiente, tornando-os agora impossíveis de reduzir, pagar, endereçar, gerenciar. 2 + 2 não é igual a 4 - é igual ao infinito, neste caso. Ambos juntos fizeram um sistema que saiu do controle .Nossa ! O destino do planeta estava sendo selado, pelo capitalismo implodindo no poder - o que significava que um mundo em desintegração dificilmente poderia trabalhar em conjunto para resolver seu maior problema de todos.

Deixe-me aguçar tudo isso um pouco. Em 2005, depois de uma grande disputa, grande parte do mundo havia concordado em um plano para reduzir as emissões de carbono - o Protocolo de Kyoto. Foi apenas mal o suficiente - mal - imaginar que um dia a mudança climática poderia ser diminuída e reduzida o suficiente para ser administrável. Ainda assim, havia um notável destaque - como de costume, os EUA. Agora, neste ponto, o mundo, que estava em um lugar muito diferente politicamente do que é hoje, imaginou que, com as disputas diplomáticas e as corridas de cavalos de sempre, talvez, apenas talvez, fosse terminar o trabalho. E ainda em 2010, o objetivo de tudo isso, que era criar um sistema global de precificação de carbono, ainda não havia sido alcançado - em grande parte graças à América, cuja devoção inabalável ao capitalismo significava que tal coisa era simplesmente politicamente impossível. Então, a essa altura, o mundo estava para trás - e, ainda assim, pode-se imaginar um tipo de sucesso. Talvez um presidente americano aparecesse e fosse sensato. Talvez o progresso estivesse indo na direção certa, geralmente. Afinal, lentamente, o mundo estava avançando, em direção a menos emissões de carbono, para um pouco mais de cooperação, aqui e ali. E então - a explosão ! A América foi a primeira nação a cair na onda do poder . Em vez de um presidente que poderia ter levado o país a um futuro descarbonizado, os americanos elegeram o rei dos idiotas (não, por favor, não me dê uma apologia para o colégio eleitoral). Esse rei dos idiotas fez o que os reis dos idiotas fazem. : O leão do conhecimento , de todas as coisas ... carvão. Ele questionou se a mudança climática era ... real. Ele empacotou o governo com lobistas e amigos que estavam muito felizes em ver o mundo queimar, se isso significasse uma cobertura com vista para um afogado Central Park. Ele terminou com aliados, amigos e parceiros. Você vê o ponto? A ideia de um futuro descarbonizado foi repentinamente invertida. Tinha sido uma possibilidade ontem - mas agora, estava se tornando uma impossibilidade. O bem é que em 2020 , o leão das américas, não tem chances alguma de ganhar as eleições .Perderá para um Democrata ..

Antes da onda dos poderosos , o mundo poderia de fato "resolver" a mudança climática. Talvez não no duro sentido de que a vida iria continuar amanhã como acontece hoje - mas no sentido suave de que os piores e mais cruéis cenários eram em sua maioria ficção científica extravagante. Isso porque, antes da onda do poder , poderíamos imaginar nações cooperando, de forma lenta, relutante, de forma fragmentada, em relação a coisas como proteger a vida, reduzir o carbono, precificar o meio ambiente e assim por diante. Afinal, essas coisas só podem ser feitas através da cooperação global. Mas depois da onda do poder , a cooperação global - especialmente de um tipo genuinamente benéfico, não predatório - começou a se tornar menos e menos possível a cada dia. O mundo estava se desfazendo. Quando os países estavam destruindo as Nações Unidas e humilhando seus aliados e proclamando quão pouco eles precisavam do mundo (todos para ganhar vitórias em ligas menores para oligarcas, que descontavam suas fichas, rindo) - como poderia um globo assim cooperar mais do que isso? Não poderia - e não pode. Portanto, a onda desse poder em que estamos agora também significa cooperação global menos drástica - mas menos cooperação global significa mudanças climáticas incalculavelmente piores.

Então agora vamos conectar todos os pontos. O capitalismo não apenas estuprou o planeta rindo, e causou mudanças climáticas dessa maneira. Fez algo que a história considerará ainda mais surpreendente. Implacavelmente implodindo no poder concentrado precisamente no momento em que o mundo precisava de cooperação, tornava impossível, mais ou menos, a luta contra a mudança climática reunir força, ritmo e dedicação. Não foram apenas os custos ambientais do capitalismo que derreteram o planeta - foram também os custos sociais que, ao destruir a democracia global, o direito internacional, a cooperação, a ideia de que as nações deviam trabalhar em conjunto, criaram um mundo fraturado e destruído. que já não tinha a capacidade de agir em conjunto para evitar as enchentes e os verões em chamas.

(Agora, é nesse ponto que os americanos me perguntam, um pouco zangados, por "soluções". Ah, meus amigos(as) . Quando você vai aprender? Você não se lembra do meu ponto?

Não há soluções, porque estes nunca foram "problemas" para começar. O planeta, como a sociedade, é um jardim, que precisa cuidar, regar, cuidar. As ligações entre essas coisas - sociedades desestabilizadoras de desigualdade tornando menos possível a cooperação global - não são coisas que podemos consertar durante a noite, transformando uma porca ou um parafuso ou jogando dinheiro nelas. Eles nunca foram. São coisas que precisávamos ver há muito tempo, para realmente rejeitarmos juntos, e investirmos, nutrirmos, protegermos e defendermos por décadas - para que o capitalismo não se dissolve no fascismo e tire todo o nosso poder para lutar por nossos mundos, precisamente quando precisaríamos mais.

Mas nós não fizemos isso. Nós estávamos ocupados “resolvendo problemas”. Problemas como… ei, como posso fazer a minha poupança ? Posso receber meu pacote em uma hora em vez de um dia? Uau - você quer dizer que eu não preciso mais andar na rua para pegar minha pizza? Surpreendente!! Desta forma, resolvemos todos os problemas errados, se quiserem, mas diria que resolvemos problemas mecânicos em vez de crescer como pessoas. Coisas como a mudança climática, a desigualdade e o poder de algumas Nações não são realmente “problemas” - são processos emergentes, que se juntam em grandes riscos de ruína, cada um se acumulando, que resultam de décadas de negligência, inação, insensatez, cegueira. Nós não plantamos as sementes, nem cuidamos de nossas sociedades, economias, democracias ou planetas com cuidado suficiente - e agora estamos colhendo a amarga ruína. Talvez você veja o meu ponto de vista ,como se fosse uma pessoa pessimista ! . Ou talvez você não veja o meu ponto de vista., como alarmista ! Sou espiritualizado demais , pouco materialista e enxergo a realidade humana como um todo . Eu não te culpo. ( É difícil de ver.)

As facilidades do nosso dia a dia viraram dor de cabeça num futuro próximo . O problema não é mais a mudança climática, e a solução não é a cooperação global - pelo menos, dada a política implosiva de hoje. O problema é você - se você não é um dos poucos predadores escolhidos. E a solução para o problema de vocês é a mudança climática. Para os poderosos e malucos do ego, poder , glamour , isso será . Eles estão muito felizes por terem encontrado o motor mais espetacular, eficiente e letal de genocídio e devastação conhecido pela humanidade, que é uma catástrofe natural infinita e gratuita. Nada separa os fortes dos fracos mais impiedosamente como um planeta inundado, um céu estrondoso, uma floresta em chamas, um oceano ressequido. Um homem com uma arma de fogo ou nuclear , biológica , química, dificilmente é páreo para um planeta em chamas. Já foi avisado que em 2023 , teremos climas de 63º graus célsius - não será sensação térmica apenas, como aconteceu no Paraná –PR   Brasil, de 64 º ; mas tudo realidade, enquanto isso, você ai achando que vai ter borboletas cor-de-rosa , perfume, salvação dos anjos , orações, ajuda dos ETs , trombetas , meditação, arrebatamentos   - se engana amigo (a) , estamos perto do “ Caos “ ao chegarmos apenas nos 500 milhões de partículas na atmosfera – Praias do mundo poluídas, vírus , bactérias , cada vez mais poderosos, Ouça-me é de graça - e comece levar mais a sérios minhas informações que divulgo a Público e em livros escritos com revelações espirituais importantes .

Acho que isso fica mais claro a cada ano: nós fracassamos, meus amigos(a) , para salvar nossa casa. Que engraçado que estamos focados, em vez disso, em nossa terra natal. Seria engraçado, vergonhoso e patético dizer: ainda há tempo para nos salvarmos? Esse é o tipo de egoísmo ansioso e nervoso pelo qual muitos são conhecidos - e é apenas se nós rejeitamos, realmente, que aprendemos a lição de agora. Imaginemos, em vez disso, que, apesar de toda a loucura, estupidez e ruína desta era, os homens fortes e os fracos de espírito, naquelas noites escuras e assustadoras, quando a chuva cai e o trovão ressoa, ainda podemos acender uma vela para democracia, pela liberdade e pela verdade. A verdade é que não merecemos ser salvos se não nos salvarmos primeiro. Faça sua parte e ame mais seu planeta e nossa natureza .

Mario Ronco Filho - jornalista