Matérias:

O homem que jura sonhar com o futuro

As previsões de Jucelino Nobrega da Luz estão fazendo dele um mito que, por atender e confortar sem cobrar, remete à figura do idolatrado Chico Xavier

Por Carolina Pasquali
Revista Viva Mais - 4 de novembro de 2005

São 14h do sábado 22 em Pouso Alegre,uma cidade de 120 mil habitantes no sul de Minas Gerais. Cinco pessoas aguardam o professor Jucelino Nóbrega da Luz, 45 anos, na sala de sua casa.Para falar com ele, marcaram hora. "Já fui ameaçado de morte, não posso deixar entrar sem saber de onde vêm", explica. O amigo Oduvaldo Claro organiza as consultas, sempre gratuitas. Para aqueles que julga "meio estranhos", pede o RG. São homens, mulheres e até padres curiosos para conhecer o homem que diz ter sonhos premonitórios desde os 9 anos de idade. Uma trajetória que, em alguns aspectos, lembra muito a de Chico Xavier.

Jucelino escreve cartas com suas visões desde os 13 anos, orientado por um mentor, cuja voz escuta durante o sono. Não diz psicografar, mas prever. "Só psicografei uma vez, em 2003; foi o 3º segredo de Fátima", lembra. O texto diz que a natureza só suportará ser maltratada até 2012. Depois,"uma nuvem de destruição nascerá e não viveremos além de 2043".

As cartas, ele manda aos protagonistas dos seus sonhos ou autoridades, dependendo do caso e espera que façam algo para impedir as tragédias. Muitas seguem com aviso de recebimento. As mais importantes ele registra em cartório, para comprovar a data da premonição.

Processo contra Bush

Graças a esse hábito, está cobrando do governo dos Estados Unidos US$ 25 milhões (cerca de R$ 57,5 milhões). O valor foi oferecido em troca de informações sobre o paradeiro do ex-ditador iraquiano Saddam Hussein, que Jucelino diz ter previsto em 1989.

O processo corre na Justiça Federal de Minas Gerais. Seu advogado, Carlos Alberto Ferreira, de São Paulo, conta que conheceu o suposto premonitor através de um amigo, e se impressionou com seus acertos. "Ele disse, em 1999, que o Lula seria presidente em 2002, entre outras previsões", conta. "Notei que as coisas aconteciam e me ofereci para ajudá-lo."

Antes de aceitar o caso, submeteu as cartas a uma avaliação preliminar do perito Miguel Mafulde Filho, diretor- proprietário de um Centro de Perícias e ex-diretor do Instituto de Criminalística de São Paulo."Não fizemos uma análise oficial, mas o material é maravilhoso; aparenta ser autêntico", atesta o perito.

Alguns acreditam, outros...

Enquanto o resultado do processo não sai, Jucelino segue dando aulas de inglês e alemão para sustentar a mulher Cláudia e seus três filhos Talya, 5 anos, Matheus, 4, e Lucas, 2. As cartas tomam o resto de seu tempo.

Uma das pessoas que receberam ajuda foi Sandra Parizatto, de Mogi das Cruzes, SP, mãe de um rapaz acusado de assassinato. Jucelino afirma que o moço é inocente teria, inclusive, avisado a polícia do fato um ano antes."O que aconteceria se houvessem dado atenção à ele?", questiona."O professor é um ser muito decente!"

 

Fatos que Jucelino diz ter adiantado (e mostra as cartas!)

O esconderijo de Saddam Hussein

Em uma carta de 13 de setembro de 2001 endereçada à Embaixada dos Estados Unidos no Brasil, Jucelino afirma que o ex-ditador do Iraque fugiria depois de uma guerra vencida pelos Estados Unidos e se esconderia em um buraco em Ad Dawr, próximo à cidade de Tikrit. A entrada do refúgio estaria disfarçada por lixo, tijolos e lama. Saddam foi encontrado exatamente nessas condições, em 14 de dezembro de 2003.

Assassinato do fotógrafo da revista Época

Um ano antes da morte de Luís Antônio da Costa, em 23 de julho de 2003, Jucelino teria enviado uma carta ao fotógrafo. Disse que, caso existisse uma manifestação em São Bernardo do Campo no mês de julho, La Costa não deveria ir. "Lembro dele comentar alguma coisa sobre essa carta, mas ele não deu o menor crédito", disse Alexandre Reche, colega de trabalho de La Costa. A viúva, Luciana Costa, não tem certeza. "Eu só vi a tal carta depois. Lembro vagamente de termos conversado sobre um vidente, mas não sei se tinha a ver com alguma matéria que estavam fazendo na revista." Depois do crime, Jucelino procurou a mãe de La Costa, d. Edméia, que acredita no homem que teria previsto a morte do filho: "Ele é muito sério. Depois do crime, telefonou para me dar os pêsames, veio até minha casa. Soube da história por ele. O professor me contou que havia ido à São Paulo com um amigo de Minas Gerais que conhecia o Luís Antônio. Os dois encontraram meu filho na rua, e quando Jucelino apertou sua mão sentiu uma coisa ruim. Naquela noite, sonhou com ele levando um tiro e morrendo em São Bernardo. Para mim, meu filho leu, mas deve ter se esquecido. O Jucelino é digno de crédito, sim!"

A morte de Chico Xavier

Jucelino visitou o médium há 26 anos. Ele conta: "Fui, fiquei numa fila enorme e pensei: não vou ser atendido. Daqui a pouco bate uma mão nas minhas costas e diz que o Chico queria falar comigo. Ele falou: "Já te conheço. Você vai morar em Minas Gerais e de lá vai escrever uma carta pra mim dizendo o dia em que eu vou morrer. E isso aconteceu. Eu escrevi pra ele, infelizmente. E ele pediu também pra eu mandar essa mesma carta pro túmulo dele durante dez anos. Mando até hoje".

O que viria por aí, segundo Jucelino

Nas conversas com Viva!, Jucelino elencou algumas catástrofes. Veja algumas:

-Neste mês, um ciclone atingirá algumas cidades do Paraná e de Santa Catarina, causando grandes danos materiais.

-O papa Bento XVI sofrerá um atentado no dia 16 de março de 2006.

-Em 16 de julho de 2006, um tufão passará no sul do Brasil.

-Um tornado atingirá as cidades de Duque de Caxias, Nova Iguaçu e Rezende (RJ) em 19 de outubro de 2007.

-No dia 13 de setembro de 2008, um grande terremoto sacudirá a China, matando mais de 1 milhão de pessoas.

-A cidade de Santos, no litoral de São Paulo, sofrerá imensamente com a subida das marés, assim como Recife (PE).

-Um avião se chocará contra um edifício em plena avenida Paulista, em São Paulo, no dia 26 de novembro de 2014.

Voltar