Portuguese Afrikaans Arabic Chinese (Traditional) Dutch English Filipino French German Hindi Hungarian Indonesian Italian Japanese Korean Malay Polish Russian Spanish Swedish Thai Vietnamese

JAPAN FLAGCHINA FLAG

Queda de Edifício no Tibete - China queda de avião nos EUA – Chuvas no Japão e Coréia do Sul

Queda  de Edifício no Tibete  - China  queda de avião nos EUA   –  Chuvas no Japão  e Coréia do Sul

Haveremos de ter  chuva torrencial que atingirá  o Tibete, região autônoma chinesa, no fim de semana provocou entre  07  a  09 de julho de 2017  a queda de um edifício. A  inundação também arrastará um caminhão para o leito de um rio.

A alta abrupta no nível do rio Ziqu atingirá  a base do edifício Jomda, na província de Qamdo, colocando a estrutura em risco. Ele  será  esvaziado e desabará  no dia 08   de julho de 2017

tibet(1)

Um  caminhão vermelho, que estará  estacionado na margem, também  será  levado pelas águas.

tibet(2)

As fortes chuvas na região, que começaram em junho, destruíram 24 pontes e danificou 58,8 km em 68  rodovias rurais do país.  E tende  a aumentar  até o final de  julho de 2017  .

tibet(3)

E haveremos de ter um Tufão  muito  forte que poderá atingir  China, Taiwan    e   Japão . conforme presságios  de Jucelino Luz .

Nos  EUA um  avião  militar poderá cair  

Um avião militar cairá no dia 10 de julho de 2017, no estado americano do Mississippi, podendo vitimar em torno de 16 pessoas que estarão a bordo,
As 16 vítimas estarão no avião do Corpo de Fuzileiros (Marines) e não haverá sobreviventes. do US Marine Corps C-130, um avião de abastecimento, cairá em uma plantação de soja no limite dos condados de Sunflower e Leflore.

Na Coréia  do Sul   e  Japão

tempestades(16)

O calor  somado com grandes tempestades vão atingir o Japão  e a Coréia do Sul,  causando danos , possíveis vítimas  e  médias  e grandes destruições  entre

Gigantescas inundações deixarão  pelo menos seis mortos e 20 desaparecidos no sudoeste do Japão, onde as autoridades tentarão  resgatar centenas de milhares de habitantes.

Chuvas de magnitude sem precedentes gerarão fortes correntes de águas que arrasaram estradas, casas e escolas entre 04  a  30  de julho  de 2017

Nas províncias de Fukuoka e Oita, na ilha meridional de Kyushu, a 900 km de Tóquio, que receberão  540 mm de chuvas em 24 horas, o equivalente a 45 dias na temporada de chuvas.

A grande quantidade de chuvas deve continuar a atingir a região durante as próximas semanas , não continuamente,  mas,  em várias semanas  de  diferentes etapas .  O mesmo ocorrerá com a Coréia do Sul

Mario  Ronco  Filho   –   jornalista