CARTA DE ESCLARECIMENTO SOBRE O PANORAMA POLÍTICO NACIONAL

(Prof. Jucelino Nóbrega da Luz)

 

 
     
Diante do quadro político nacional que se apresenta, esclareço que a atual conjuntura da sucessão presidencial, não abala de nenhuma forma minha atuação na condição de premonitor ou paranormal, como costumam denominar-me, uma vez que  os estudos científicos baseados na Parapsicologia  revelam que um índice de acertos de cerca de 7% (sete por cento) já é suficiente para creditar-se um elevado grau de paranormalidade , e o que dizer quando o premonitor acerta aproximadamente 90%(noventa por cento) de suas previsões, como é o meu caso!

         É natural que o clima de expectativa gerado pela sucessão presidencial  sempre apresenta-se como um momento de grandes  cobranças e polarizações, mas desejo clarificar que ,  não elaboro uma interpretação meramente intelectual das revelações que recebo, mas atuo como um canal , um veículo de conexão para comunicar à população em geral sobre minhas previsões.

         Existe uma potencialidade que pode transformar-se em potência, em realidade objetiva, e esta potencialidade , esta concretização dos fatos,  em gérmen, é que vislumbro, mas existem casos que podem ser alterados (quando os ciclos estão abertos e assim o permitem) , pela ação ou omissão humana, pela articulação de forças , que inclusive não atuam somente na superfície dos fatos, mas também nos bastidores da histórica, em todos os campos da vida humana, não somente no campo político.

         Gostaria de citar o inspirado  soneto do poeta Rômulo de Oliveira (pseudônimo) ,  que fala na manipulação da História, intitulado HISTÓRIA OU UM JOGO DE XADREZ , que sintetiza muito bem o momento histórico que estamos vivendo, onde forças sinistras se mancomunam para manipular a história, desenhando-a de acordo com os seus interesses, que, na maioria das vezes, não coincidem com os anseios e necessidade do povo:

HISTÓRIA OU UM JOGO DE XADREZ?

História, uma peça repetitiva,

Em que se trocam apenas cenários e atores,

Mas imune ao tempo em missão ativa,

Permanece o autor que age nos bastidores.

Festejamos datas, relembramos fatos

E ingenuamente veneramos heróis,

Que foram autômatos, cumprindo desideratos,

Mapeando a História, impondo uma outra voz!

 

Dela, tudo o que temos catalogado,

É o resultado de todo o programado,

Por mentes superiores, argutas, estrategistas.

 

Que manipulam as “peças” como num jogo de xadrez,

Que subjugam a cúpula, “bispos e reis”

E usam  como títeres todos os artistas.

(RÔMULO DE OLIVEIRA – Pseudônimo)

        

         A conspiração que se urde nos bastidores, diuturnamente, visa destruir a soberania nacional da nação brasileira, desestabilizá-la em seus alicerces fundamentais, que não constituem somente o seu patrimônio material, mas também moral  e espiritual.

         Vale lembrar que é difícil sair limpo de uma carvoaria, e os políticos que conspurcam a nobre representação que receberam do povo, que traem a nação brasileira, não sairão incólumes. Pois, o enfoque imediatista,  coloca tudo de forma materialista: erro x acerto;

Bem x  mal e outras polarizações que só distraem o povo do objetivo real e fundamental que é: o que ou quais forças impedem o Brasil de realizar sua missão; que grupos ou pessoas estão acelerando o caos e a entropia, para pegar carona nas influências energéticas que convergem para o fechamento de um ciclo, com a ocorrência , cada vez em maior número , de catástrofes, muitas das quais não são apenas fenômenos naturais, mas levadas à cabo pelos agentes do caos, da desordem e do desvio de rota do povo brasileiro, a fim de que não cumpra o seu real desiderato como Berço e Pátria do Terceiro Milênio.

         E a maior catástrofe, o maior “tsunami” que atinge nosso cenário humano não se resume a  ocorrências naturais, mas a falta de consciência , espiritualidade e elevação do padrão vibratório dos seres humanos, que estão gerando os tsunamis, terremotos, furacões e outros cataclismas , que são potencializados pelas erupções do passionalismo humano e o baixo padrão frequencial do acorde emanado pela egrégora de   espíritos involuídos!

 

         Vocês elevando-se espiritual e vibratoriamente, poderão, em conjunto, com as revelações que recebo , auxiliarem-me na composição deste mosaico, do plano do conjunto, como artífices de uma nova realidade para a nação brasileira. Transcendam a visão superficial dos fatos. Leiam o subtexto do quadro atual, não se deixando manipular por aqueles que desejam apenas o confronto daqueles que obram em prol da edificação de uma verdadeira vida para o povo.

         Reitero que a maioria das minhas previsões se confirmaram , fato comprovado, de forma irrefutável, através dos registros que faço em cartório. Mas, o registro mais importante, não é o humano, mas o cósmico e divino e estes repercutirão, indubitavelmente, no campo humano, comprovando, de maneira fidedigna , a seriedade de meu trabalho e o meu compromisso com  a missão de conscientizar a população , a nível mundial, para a preservação do meio ambiente e elevação do seu padrão vibratório e espiritual.

         Os Decretos da Providência já foram promulgados e inexoravelmente têm que ser executados (Saint Germain) , mas existem ciclos (abertos) em que os humanos despertos e conscientes podem intervir , senão para evitar, para minimizar os efeitos dos fatos e acontecimentos que estão por vir.

         Não se trata de uma linha catastrofista ou apocalíptica  que abraço, mas não podemos mais nos mantermos como inocentes úteis e “tapar o sol com a peneira, como que diz popularmente. Precisamos ser obreiros e artífices, em conjunto com a Divindade, da Magna Obra Divina, com respeito, disciplina e renúncia, caso queiramos criar uma nova realidade. 

         Gostaria de destacar a célebre frase de Mark Twain : “O GRANDE PROBLEMA NÃO É O QUE VOCÊ NÃO SABE.  É O QUE VOCÊ TEM CERTEZA QUE SABE, SÓ QUE NÃO É VERDADE.”, finalizando, esta carta, com a memorável afirmação do grande estadista Wiston Churchil, em 1936, que pode muito bem ser aplicada aos dias atuais: “ A ERA DA PROCRASTINAÇÃO, DAS MEIAS MEDIDAS, DOS EXPEDIENTES QUE ACALMAM E CONFUNDEM, A ERA DOS ADIAMENTOS ESTÁ CHEGANDO AO FIM.  NO SEU LUGAR, ESTAMOS ENTRANDO NA ERA DAS CONSEQUÊNCIAS”.

                                

 

 

Voltar